Desenvolvido pela Vara Regional da Infância e Juventude da Comarca de Arcoverde (PE), no Sertão do Moxotó, o projeto ‘Aprendizagem Legal’ está promovendo a profissionalização, o resgate da autoestima, o protagonismo juvenil e a conquista da autonomia de jovens de 14 a 24 anos de idade egressos do sistema socioeducativo, em cumprimento de medidas socioeducativas ou sob medida de proteção.

Lançado recentemente, o projeto foi elaborado pela equipe interprofissional da 14ª Circunscrição e é executado em parceria com a Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) e com o Centro de Integração Empresa Escola de Pernambuco (CIEE-PE).

A inserção no mercado profissional acontece na condição de Jovem Aprendiz, em consonância com a Lei 10.097/2000, a Lei da Aprendizagem, que afirma que empresas de médio e grande porte devem contratar jovens com idade entre 14 e 24 anos. O início do projeto aconteceu com a realização de oficinas de pré-qualificação profissional, em que foram abordados temas relevantes na preparação dos adolescentes para a participação de processos seletivos para vagas de emprego.

Etapas de um Processo Seletivo, Dicas de Marketing Pessoal e Dicas de Atendimento ao Público foram os temas das oficinas desenvolvidas. A ação está inserida na consolidação do atendimento socioeducativo no município de Arcoverde, conforme previsto no Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase) Lei 12.594/2012. (foto/divulgação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here