Foto: Blog do Carlos Britto

O vereador e 1º vice-presidente da Casa Plínio Amorim, Ronaldo Cancão (PTB), está se sentindo de alma lavada. Ele foi execrado pelo então prefeito de Petrolina, Julio Lossio (PSD), quando há oito anos começou a apurar fortes indícios de irregularidades nos festejos juninos da cidade.

Nesta semana, Cancão viu a 17ª Vara Federal transformar Lossio e uma dezena de integrantes de sua equipe em réus, por constatar fraudes em licitações do São João do Vale nos anos de 2012 e 2013. E o vereador desabafou: “Fui o primeiro vereador na história de Petrolina a entrar com um processo contra um prefeito e ganhar”.








Fonte: Blog do Carlos Britto

Deixe uma resposta