Desde 2014 os estudos realizados pela Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), em virtude do Programa Básico 23 (PBA 23) do Projeto de Integração do Rio São Francisco com as Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional (PISF) – por meio do Centro de Conservação e Manejo de Fauna da Caatinga (Cemafauna Caatinga) e o Núcleo de Ecologia e Monitoramento Ambiental (NEMA) – começaram a ser trabalhados em conjunto com a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco (Semas), Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) e Prefeituras de Salgueiro (Sertão Central) e Cabrobó (Sertão do São Francisco).

Além dessas instituições, órgãos, empresas e entidades com atuação na área como Incra, IPA e Compesa, sindicatos, associações – além da população local – colaboraram para a proposta de criação de Unidade de Conservação (UC). Essa ação destina-se à proteção de um Complexo de Serras que ainda abriga importantes representantes da flora e da fauna do Bioma Caatinga.

Como etapa fundamental para a efetivação da proposta, serão realizadas nos próximos dias 13 e 14 de novembro as consultas públicas em Salgueiro e Cabrobó. É possível acessar a proposta na íntegra no site da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco.

Fonte

Deixe uma resposta