Seguindo o exemplo de outras administrações, o prefeito de Santa Maria da Boa Vista (PE), Humberto Mendes (PTB), terá de cortar na carne para se adequar à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

O gestor assinou um decreto nesta terça-feira (31), exonerando vários cargos comissionados de sua equipe, além de rescindir contratos temporários. As ressalvas são as servidoras grávidas ou parturientes, desde a confirmação de gravidez até cinco meses após, garantindo-lhes a licença-maternidade de 120 dias.

O ‘jacaré’ em Santa Maria também vai livrar os cargos nas Secretarias de Administração e Gestão de Pessoas, de Finanças e Planejamento e de Saúde. A justificativa é a de que essas áreas “são imprescindíveis para a continuidade do funcionamento da máquina pública”. (Foto/arquivo)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here