Assim que tomou conhecimento, no dia de ontem (3), da suspensão no fornecimento de energia elétrica no Projeto Público de Irrigação Fulgêncio, localizado em Santa Maria da Boa Vista (PE), Sertão do São Francisco, o deputado federal Guilherme Coelho (DEM) se mobilizou em busca de providências. Ele foi imediatamente conversar com o presidente da Codevasf, Antônio Avelino Neiva, para discutir uma solução ao problema.

A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) suspendeu a energia por falta de pagamento por parte do governo federal, responsável pela administração do Projeto. A interrupção da energia afeta diretamente o abastecimento d’água, que é captado por bombas no Rio São Francisco, aos moradores e à produção agrícola do projeto.

Na conversa com o presidente da Codevasf, Guilherme foi informado sobre a escassez de recursos para atender o projeto, mas ressaltou que alguma providência precisa ser tomada. “Cabe um apelo à Celpe para que religue a energia em circunstância emergencial, enquanto se busca uma solução adequada. Como agrônomo, sei que toda a produção do projeto está em risco se não for devidamente irrigada. Aí o prejuízo será imenso“, alertou o parlamentar.

Ele também recebeu em seu gabinete dois representantes do Fulgêncio, que vieram pedir apoio ao deputado. Um dos agricultores, Ivanildo dos Santos, destacou que a maioria dos produtores tem interesse em participar no custeio da energia, desde que o valor seja adequado à realidade e seja apresentado um projeto de revitalização do Sistema Itaparica. As informações são da assessoria do deputado. (Fotos/divulgação)



Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here