Segue até 30 de novembro a segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa. Esta etapa teve início no dia 1º de novembro e só devem ser imunizados os bovinos e bubalinos com até dois anos (24 meses).

Segundo a Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco (Adagro), o produtor deve procurar a farmácia veterinária, adquirir a vacina e transportá-la num isopor com gelo. A dose indicada é de 5ml por animal e é recomendável trocar a agulha a cada 10 aplicações. O local de aplicação é na “tábua do pescoço” e dever ser realizada nas horas mais frias do dia para evitar o estresse dos animais. “Depois de realizar a vacina o produtor tem até 15 dias para declarar a vacinação. Apesar da imunização só ser obrigatória para os animais mais jovens, o produtor deve declarar todo o rebanho nos escritórios da Adagro”, explicou o presidente da Adagro, Paulo Roberto Lima.

Nesta etapa devem ser imunizados mais de 500 mil animais. Atualmente o rebanho do Estado é de mais de 1,7 milhões de bovinos. O produtor que não vacina paga multa, de R$60,00 por animal não vacinado. Aquele que não declarar o rebanho (atualização cadastral) fica impedido de retirar a Guia de Trânsito Animal e obter as declarações da Agência, além de pagar multa de R$300,00 por propriedade.






Fonte

Deixe uma resposta