O ex-prefeito de Sento Sé, no Norte da Bahia, Ednaldo Barros, foi mais uma vez alvo do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). Ele recebeu multa no valor de R$10 mil e foi denunciado ao Ministério Público da Bahia (MPBA) – para apuração de fatos que indicam crime de improbidade administrativa -, pelos conselheiros do TCM, na sessão desta terça-feira (19). Isto porque, no exercício do mandato, em 2009, ele não cumpriu com o dever de devolver, com recursos municipais, à conta do Fundef/Fundeb, o montante de R$1.165.276,54 – de um total de R$ 1.538.168,62 que foram aplicados “em ações estranhas à Educação”. Cabe recurso da decisão.

O conselheiro relator do processo, Plínio Carneiro Filho, determinou que a atual prefeita, Ana Passos, seja notificada para apresentar, no prazo de 30 dias, proposta de parcelamento para o ressarcimento do valor devido à conta do Fundef/Fundeb.

Caso não cumpra o determinado, segundo o relator, o fato deve ser levado em consideração – para eventual rejeição – na análise da contas da Prefeitura de Sento Sé referentes a 2017. Com a palavra, o ex-prefeito e a atual.



Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here