Foto: Ascom

A diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Petrolina foi à Câmara Municipal na sessão de quinta-feira (15) pedir apoio aos vereadores para a distribuição entre profissionais de saúde das verbas destinadas à execução de ações de rastreamento e monitoramento de contatos de casos do novo coronavírus (Covid-19). Petrolina já recebeu em cota única, 528 mil reais em recursos.

O Sindsemp discutiu com representantes de várias associações de profissionais de saúde na quinta-feira (15), a Portaria n° 2.358, de 2 de setembro de 2020. O documento trata sobre verbas destinadas como incentivo de custeio, em caráter excepcional e temporário. 

Para o  Presidente do Sindicato, Walber Lins, todos os direitos dos profissionais de saúde nessas ações devem  respeitados na distribuição dos recursos. “A secretaria de saúde entende que as verbas são apenas reposição de material  e não para pagamento de pessoal.  A gente entende, que o pagamento é incentivo financeiro e temporário, e os recursos são específicos e para ações determinadas, como é o caso de rastreamento e monitoramento”, explica Walber.

O sindicato já esteve na Procuradoria do Município e na Secretaria de Saúde para acompanhar o processo de destinação dos recursos. Desde o início da pandemia, nenhum incentivo foi concedido aos profissionais da linha de frente.








Fonte: Blog do Carlos Britto

Deixe uma resposta