O Supremo Tribunal Federal (STF) abriu uma licitação com o objetivo de contratar segurança armada para ministros que estejam no Rio de Janeiro. Serão quatro seguranças contratados, de acordo com o edital. A Corte prevê gastar até R$ 1,2 milhão com a despesa no intervalo de 30 meses.

A maioria dos Ministros do STF defende que a população brasileira não tenha direito a armas para se proteger.

Com informações do Portal Política na Rede

[NA]
BFC

Deixe uma resposta