O Conselho Federal de Psicologia anunciou na manhã de hoje que regulamentará a tratamento da chamada “cura gay”.

Segundo nota publicado pelo Conselho, o tratamento se dará com uso de supositórios, além de aplicação de outros métodos.

“Essa metodologia já foi aplicada com sucesso em outros países”, diz o documento.

O INSS manifestou preocupação com a recente decisão judicial sobre o assunto, alegando que “se veadagem for considerada doença, o número de auxílios em razão de problemas de saúde vai aumentar consideravelmente no Brasil”.



Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here