A vida do ex-prefeito de Petrolina, Julio Lossio (PSD), não anda nada fácil. Após se tornar réu pela 17ª Vara Federal, que acatou denúncia do Ministério Público Federal (MPF) por conta de fraude em licitações dos festejos juninos da cidade, agora foi a vez do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE) jogar um balde de água fria no ex-gestor.

As contas da prefeitura relativas ao exercício de 2016, último ano de Lossio à frente do Executivo Municipal, foram rejeitadas pelo TCE-PE.

Pelo parecer prévio da Segunda Câmara do Tribunal, Lossio descumpriu a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), deixou de repassar contribuições dos servidores junto ao Regime Geral da Previdência e realizou despesas com recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), sem lastro financeiro para tanto – entre outras irregularidades. O espaço do Blog fica reservado ao ex-prefeito, caso queira se pronunciar.








Fonte: Blog do Carlos Britto

Deixe uma resposta