Em sua conta oficial no Twitter, o ex-ministro da Saúde, Nelson Teich, agradeceu ao ministro interino da pasta, Eduardo Pazuello, o convite para ser conselheiro do órgão, mas recusou a proposta. Segundo Teich, aceitar o cargo não seria coerente.

“Agradeço ao Ministro Interino Eduardo Pazuello pelo convite para ser Conselheiro do Ministério da Saúde, mas não seria coerente ter deixado o cargo de Ministro da Saúde na semana passada e aceitar a posição de Conselheiro na semana seguinte”, escreveu o ex-ministro. Ele pediu exoneração do cargo, após ficar no posto por cerca de um mês.

Teich afirmou ainda que pretendia levar ao Ministério um modelo técnico de gestão, para aumentar a eficiência dos serviços. Entretanto, ele diz que isso não significa apenas uma condução puramente técnica, o que, segundo Teich, seria “simplista”.

“Uma condução técnica do Sistema de Saúde significa uma gestão onde estratégia, planejamento, metas e ações são baseadas em informações amplas e precisas, acompanhadas continuadamente através de indicadores”, tuitou.








Fonte: Blog do Carlos Britto

Deixe uma resposta