Toffoli é apreciador de um bom Wisky. Todos os amigos sabem disso.

Recentemente, numa festa ‘oficial’, que marcou a sua posse na presidência do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro exagerou na dose. Noutras palavras, “tomou todas”.

O burburinho foi inevitável.

O jurista Modesto Carvalhosa não perdoou a bebedeira do presidente da Suprema Corte e entrou com ação judicial requerendo a exoneração de Dias Toffoli por quebra do decoro, em função da embriaguez.

Nesta quarta-feira (14), no entanto, a comemoração foi bancada por um advogado e em local particular, uma mansão no Lago Sul.

O ministro certamente se esbaldou na comemoração de seus 51 anos de idade.

O patrocinador da ‘farra’ foi o advogado paranaense Gustavo Severo (na foto com o ministro), que já trabalhou para o PT, para Dilma Rousseff e para Beto Richa.

Para evitar constrangimentos Dilma e Beto não foram convidados.

No vídeo abaixo, a festa no STF, para que o leitor tenha uma ideia do quanto o presidente do STF e sua esposa são animados.

Fonte: Revista Crusoé

Deixe uma resposta