De acordo com uma recente reportagem, publicada pelo portal de notícias Mais Goiás, no dia 20 de fevereiro deste ano, Abdullah Nuren, um pescador de 48 anos da Indonésia, encontrou um filhote de tubarão com aparência humana. Ainda de acordo com o portal, o intrigante peixe foi encontrado próximo a Rote Ndao, na província de Tenggara Oriental.

O estranho tubarão

O filhote de tubarão roubou a cena nas redes sociais e as imagens, divulgadas pela mídia internacional, acabaram viralizando. Por ser parecido com alguns tubarões de desenhos animados, o peixe, em determinados momentos, foi comumente comparado por alguns internautas ao “Baby Shark”, um famoso personagem de uma canção infantil.

Segundo o site britânico Daily Mail, o pescador, inicialmente, havia se deparado com um tubarão fêmea – já em fase adulta -, porém, ao realizar uma incisão no estômago do animal, o profissional encontrou três peixes mortos, e um deles foi o com aparência humana.

“Inicialmente, encontrei uma mãe tubarão presa na rede de arrasto. No dia seguinte eu abri a barriga da mãe tubarão e encontrei três filhotes no estômago. Dois eram como a mãe e este parecia ter um rosto humano”, disse Nuren.

Conforme expôs o Daily Mail, o pescador recebeu inúmeras propostas para vender o filhote de tubarão com aparência humana. O indivíduo, em entrevista ao site de notícias britânico, revelou que pretende preservá-lo.

“Muitas pessoas querem comprá-lo, mas vou preservá-lo em vez disso. Acho que vai me trazer boa sorte. Minha casa está lotada de pessoas que querem ver o tubarão”, completou o indonésio.

Baby Shark

Para quem não sabe, Baby Shark é uma canção para crianças. A melodia, ao que parece, foi difundida em 2015, pelo canal de Youtube Pinkfong. Mesmo tendo surgido há quase seis anos, a canção só despontou no último verão, na Indonésia e nas Filipinas.

Em suma, a letra da música retrata a chegada de um bebê tubarão em um habitat marinho. Em meio a letra, retrata-se também a apresentação de outros membros da família, como, por exemplo, a mãe, o pai, a avó e o avô. A melodia também aponta uma atividade rotineira da família de tubarões: a caça.

Mesmo tendo sido criado para crianças de até 3 anos, o fenômeno, após ter atingido uma certa notoriedade, ganhou diversas versões, inclusive uma especial para os adultos, que, de acordo com a revista Crescer, “estão adorando reproduzir e dança”.

Pessoas famosas também foram contagiadas pela versão adulta. A atriz americana Amanda Cerny, uma das queridinhas dos usuários das redes sociais, apareceu recentemente compartilhando vídeos, os quais a mostram dançando a coreografia.

Conforme expõe os criadores, “Baby Shark”, em boa parte de suas versões, já teve mais de 3,3 bilhões de visualizações. Dentre todas as versões disponíveis, a mais popular tem 1,6 bilhão de visualizações. A letra da música, atualmente, já foi traduzida para mais de 10 idiomas.

As crianças brasileiras

E o que as crianças brasileiras acham da canção? Bom, aqui, no Brasil, o sucesso parece ser o mesmo no resto do mundo. De acordo com Mariana Leão, a filha, que tem apenas 3 anos, ama o vídeo. “Ela assiste e canta junto todos os dias antes de dormir”, disse.

“Minha filha Isabella acorda e vai dormir pedindo o Baby Shark”, falou Tatiana Anicet. Para Tatiana Florentino, mãe de gêmeos de 2 anos e um caçula de 9 meses, a realidade é a mesma. “Aqui é Baby Shark no café da manhã, banho, no carro. O tempo todo”, explicou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here