Um cidadão russo dado por morto apareceu inesperadamente para o próprio funeral, mais de uma semana depois de sua família ter realizado seu suposto enterro, informou a impressa russa na sexta-feira.

O evento incomum ocorreu na cidade siberiana de Kemerovo, onde, depois de um incêndio declarado em uma casa particular, os moradores deram por morto ao dono da casa, chamado Sergei.

Os supostos restos mortais de Sergei foram reconhecidos por sua irmã, o que fez com a que a família procedesse com o enterro do cadáver.

Nove dias após o funeral, a família reuniu-se novamente para uma refeição em homenagem ao falecido, quando o “defunto” apareceu de repente.

Em declarações à imprensa, o homem disse que mora perto do lugar onde o incêndio foi declarado, mas que sua casa não foi atingida, e soube de sua própria “morte” através de um amigo, que viu seu túmulo em um cemitério.

Como resultado da confusão, o russo percebeu que todos os seus documentos estavam invalidados e agora a única coisa que tem em mãos para confirmar sua identidade é uma certidão de óbito.

As autoridades russas já começaram os procedimentos correspondentes para esclarecer a situação e ajudá-lo a recuperar seus documentos.

E.P.

Deixe uma resposta