A pior coisa que poderá acontecer para o novo governo que toma posse em 1º de janeiro, é a eleição de Renan Calheiros para a presidência do Senado Federal.

Lamentável que esta figura tenha sido reeleita e agora tenha ainda mais oito anos de mandato e de foro privilegiado.

Renan não faz política. Opera na base da politicagem e seu lema é o ‘toma lá, dá cá’. Por isso se entendeu e compôs com facilidade com Lula e o PT.

Assim, por enquanto, o que de melhor se apresenta para se contrapor ao infame alagoano é a senadora Simone Nassar Tebet, de Mato Grosso do Sul.

Quando prefeita de Três Lagoas, no interior do estado, Simone deixou algumas pendengas malcheirosas.

Foi vice-governadora e fiel seguidora de André Puccinelli, que está preso.

De qualquer forma, é muito melhor que Renan.

Com Simone ainda é possível se estabelecer uma conversa no rumo da decência.

Renan não. É pura indecência.

Deixe uma resposta