(Foto: Divulgação)

O fim de ano chegou e as crianças e famílias carentes do Bairro Itaberaba, em Juazeiro (BA), podem continuar acreditando na Magia do Natal. Policiais militares da 75ª Cia Independente da PM (CIPM) uniram-se à Associação de Mães e a empresas como a Agrovale para distribuírem mais de 200 cestas básicas e 580 brinquedos. A ação faz parte do projeto ‘Natal Sem Fome’, que beneficia moradores de comunidades simples há 21 anos.

A entrega dos donativos ocorreu nesta sexta-feira (21), tendo início na tarde de ontem (20). Uma apresentação de capoeira do grupo ‘Embondeiro’ também teve o objetivo de fazer o Natal de 2018 mais especial. Nas cestas, os gêneros alimentícios eram de primeira necessidade, como arroz, feijão, macarrão, óleo, biscoito, farinha, açúcar, entre outros.

Os produtos foram arrecadados pelos policiais que fazem ronda no bairro, os quais – além de solicitarem apoio da Agrovale, entidades e amigos – fizeram um levantamento das famílias mais necessitadas antes de promoverem a distribuição. “Todos os anos nós buscamos contribuir, nem que seja um pouco, para levar alegria a essas pessoas. Dentro de suas condições, algumas instituições puderam ajudar mais e outras menos, mas vale enfatizar que esses donativos têm a representatividade de toda a comunidade de Juazeiro”, comentou a subtenente Carla Sena, coordenadora das parcerias para o Natal Sem Fome.

Missão do projeto

O major comandante da 75ª CIPM, Roberto Sampaio, também acompanhou as doações, ressaltando que os presentes e as cestas não vão resolver o problema da comunidade, mas lembrou que a missão do projeto é “acalentar as famílias”, fazendo-as acreditar em dias melhores. “Margeando todos os dias este bairro, tenho observado o quanto a crise afetou o dia a dia das pessoas mais carentes. Então nossa proposta neste Natal é buscar a renovação da esperança, dos compromissos, de valores e da solidariedade”, disse.

Apoiando o Natal Sem Fome da PM pela segunda vez consecutiva, a Agrovale doou 400 kg de açúcar. Segundo o vice-presidente da empresa, Denisson Flores, a organização se sente honrada em colaborar com o projeto. “A Agrovale é feita de seres humanos que entendem a importância um do outro. É muito gratificante podermos colaborar para esse clima de paz, fraternidade e crença de que existe bondade no mundo. Nós fazemos as doações, mas quem ganha na verdade somos nós, já que podemos sentir a pureza das crianças e ver o brilho nos olhos das mães”.

Com 75 anos de idade, 15 filhos e vários netos, dona Cícera Teresa do Nascimento é uma das moradoras mais antigas do Itaberaba. Há pouco tempo, nasceu mais um neto na família e, apesar de não saber mais a quantidade deles, muitos moram com a avó. “Para mim, a cesta e os presentes chegaram em boa hora, né? eu agradeço a Deus e a vocês por issoQuem não agradece o pouco, não agradece o muito”, ponderou. (Fonte: CLAS Comunicação)

Fonte

Deixe uma resposta