a cidade de São Paulo foram confirmadas pelo menos  duas mortes causadas por reação à vacina da febre amarela,  Segundo informou o secretário municipal de saúde, Wilson Pollara. Os médicos que as atenderam suspeitam que já estivessem com a imunidade baixa. Outras três mortes estão em investigação.

Uma morte é da professora aposentada Mônica Welkers, 76 anos, que morava em Ibiúna, na Grande São Paulo. Segundo sua sobrinha, Stephanie Hering, ela não recebeu nenhuma orientação no posto de que não deveria tomar a vacina.

Com informações do Portal G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here