Sem projetos de lei a serem votados na sessão desta quinta-feira (5) na Casa Plínio Amorim, os vereadores trouxeram ao plenário debates já consumados – como o novo Código Tributário de Petrolina, aprovado por ampla maioria na última segunda (1) – e, mais uma vez, reacenderam polêmicas ligadas à sexualidade e religião. A pauta vazia levou o líder da bancada de oposição, Paulo Valgueiro (PMDB) a lamentar o fato.

Valgueiro revelou à imprensa que várias matérias de autoria dos vereadores, e que interessam diretamente a população, aguardam por pareceres das comissões da Casa. “Eu, por exemplo, tenho projeto em torno de cinco meses que está nas mãos da comissão e não receber parecer, ou favorável ou contrário”, declarou.

Enquanto isso não acontece, o vereador afirma que temas de âmbito pessoal são trazidos a plenário apenas para alimentar polêmicas que não acrescentam nada. “Falta produtividade no debate. Tem se debatido muito, mas esse debate não tem sido em torno dos projetos. Tem se trazido, muitas vezes, questões pessoais para dentro da Casa, e acho que isso não é importante para Petrolina. Não fomos eleitos para debater nossas vidas pessoais. Acho que a gente precisa mudar o foco das discussões aqui na Casa”, ponderou.



Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here