Desde os primórdios, o homem tem o hábito de olhar para o céu e admirar estrelas. Acontece que nosso céu está cercado por mistérios. Muitas coisas já foram descobertas sobre nosso sistema solar e tudo aquilo que está em volta. Mas ainda existe muito que permanece verdadeiramente desconhecido.

O nosso universo é extremamente gigante, indo além do que podemos imaginar. O universo é composto por galáxias, tendo nelas, planetas, estrelas, cometas e vários outros elementos. A Via Láctea é uma das galáxias que compõe essa imensidão do espaço. Trata-se de uma espiral, da qual o Sistema Solar faz parte.

Quando vista da Terra, aparece como uma faixa brilhante e difusa, que circunda toda a esfera celeste. Estima-se que essa galáxia tenha mais de treze bilhões de anos. Durante esse período, passou por diversas fases evolutivas, até ser o que é hoje.

A Via Láctea é composta por centenas de bilhões de estrelas. Os cientistas do espaço acreditam que existam cerca de 100 a 200 mil milhões de planetas na Via Láctea. Com base em seus estudos, eles acreditam que há ao menos um planeta para cada estrela, ou talvez até mais a flutuar em suas órbitas. Eles não tem certeza por causa da dificuldade em detectar os planetas. Pois, ao contrário das estrelas, eles não emitem luz própria. Só sendo possível a confirmação de suas existências, uma vez que eles atravessam entre o sol e a terra, formando um ponto escuro, possibilitando a sua identificação.

Observação

E às vezes, quando pensamos em observações de coisas no espaço imediatamente associamos a telescópios gigantes, tecnologia de ponta e coisas que, normalmente, não temos acesso. Mas a verdade é que podemos observar a Via Láctea aqui da Terra, a olho nu.

Matérias selecionadas especialmente para você!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here