O governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel foi presença marcante na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados, na semana passada.

Duro em seus posicionamentos, Witzel não deu chances para as lamúrias dos deputados do PSOL, notadamente os dois desarmamentistas – Talíria Petrone e David Miranda, o marido do pseudo jornalista Glenn Greenwald – que contraditoriamente estão requisitando do poder público escolta policial armada.

Enfrentando e rebatendo os parlamentares, o governador fez um providencial esclarecimento:

“A nossa polícia do Rio de Janeiro não é uma polícia de enfrentamento, de extermínio. É uma polícia de salvação (….)”.

Veja o vídeo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here